Trepa Muleke – 18

Denúncia! Descobrimos um fã de Engenheiros do Hawaii nas hostes do Trepa. Descubra! Num programa recheado de símbolos e simbolismos, passeamos pelos sons do Southern Rock e das casas de rock caipira em geral para discutirmos o uso da bandeira dos Condeferados e da bandeira de São Paulo por grupos musicais, sulistas ressentidos e simpatizantes da KKK. Uma coisa num… Read more →

Trepa Muleke – 17

É triste, é assustador, mas o fascio virou fashion, ser um imbecil escroto entrou na moda e os amantes de botas e armas estão inebriados de revisionismo histórico e esperanças de poder. O Trepa 17 parte da polêmica das estátuas de Charlottesville – ficam ou vão? são monumentos ou excrescências de um tempo ruim – para discutir um pouquinho da… Read more →

Trepa Muleke – 16

“O golpe não pára! Não páááaara, não, não pára”, já cantava o ex Barão Vermelho. E é toda semana uma velha novidade, um encontrozinho na calada da noite, atrás do arbusto, com a nova PGR; ou uma invencionice que muda tudo pra manter tudo como está. Falamos de distritão, o possível novo sistema eleitoral de deputados e vereadores que o… Read more →

Trepa Muleke – 15

Quem diria que o parlamento brasileiro seria um repositório tão grande de talentos? Já era fato sabido que o gênio da comédia Tiririca ocupa uma de suas cadeiras, mas fomos surpreendidos com a sonoridade única da Banda Wlad, liderada pelo fã número 1 de Michel Temer, o deputado Wladmir Costa. Crooner da banda e radialista no passado, Wlad protagonizou cenas… Read more →

Trepa Muleke – 14

Hacker ladrão que rouba hacker ladrão tem uma eternidade de perdão? Começamos com uma história de Robin Hood modernos, ou seriam Zorros contemporâneos? Os nerdões do Ethereum, a criptomoeda concorrente do Bitcoin, sacaram que alguém estava batendo as carteiras virtuais da comunidade e resolveram roubar primeiro. Tudo em nome da confiança virtual e pra acabar com o controle dos Estados… Read more →

Trepa Muleke – 13

Enlutado e sobrenatural. O Trepa 13 homenageia duas figuras sensacionais que nos deixaram recentemente. Marco Aurélio Garcia, historiador e professor da Unicamp, foi assessor da presidência nos governos Lula e Dilma e um dos principais articuladores de uma política internacional irmanada com a América Latina e altiva em nível global. George Romero foi o cara que inventou o zumbi moderno, e construiu histórias cheias de crítica social esquerdona e metáforas sobre os trabalhadores alienados e excluídos. Para Marco Aurélio ouvimos a clássica Internacional, para Romero ouvimos Goblin, prog italiano louquíssimo e assustador que foi trilha sonora da versão européia de Amanhecer dos Mortos. Sobre passagens para o outro lado, instigados por um caro ouvinte, comentamos ainda sobre a Singularidade, a quase seita tecnológica do Vale do Silício que acredita que o nirvana é tecnológico e que é possível trazer os mortos de volta à vida com um algoritmo de seus pensamentos. De volta ao mundo dos vivos e às agruras de nosso cotidiano falamos da entrevista do Lula para o Ultrajano, dialogando com outro ouvinte sobre reforma trabalhista e sobre quem tem um plano pra esse país. Encerramos com tretas da Turquia e um baita panorama político do antigo império otomano, também terra natal da mãe do Silvio Santos. Read more →

Trepa Muleke – 12

Trepa 12 lambendo as feridas futebolísticas, com time completo, jogando nas onze (os cinco integrantes, mas tudo bem). Revoltos com a reforma trabalhista, como todos deveríamos estar, olhamos para o encontro do G20 em Hamburgo e nos perguntamos o que falta para jogarmos uns molotov por aí. Mas com pauta, pois o Trepa tem agenda popular e igualitária e não… Read more →

Trepa Muleke – 11

ACABOU! ACABOU! É BOTAFOGO! Não, péra, não acabou ainda mas tá com toda pinta de o governo Temer estar em seus estertores. Numa fria noite de quinta fomos para o Trepa e Rodrigo Maia, o Botafogo, estava só na zona da Libertadores. Amanhecemos e os jornais dizem que ele está com a mão na taça. No Trepa 11, claro, discutimos o futuro da nação brasileira, mas também olhamos mais à frente e especulamos sobre o destino daqueles que movem as máquinas do globo. Falamos do Sci-Hub como uma das maiores reapropriações populares de nosso tempo, denunciamos a escrota parceria-público privada das editoras científicas, as cafetinas do conhecimento. E é assim desde que o capitalismo é capitalismo, os trabalhadores tudo produzem e tudo lhes é expropriado. Que falta para os motoristas de Uber se organizarem em cooperativas, capitanearem os algoritmos e enterrarem os patrões? Desbancamos o mito da “economia do compartilhamento” e denunciamos o capitalismo de plataforma do Vale do Silício. Tudo isso aquecidos por várias Fridas, a IPA que homenageia a aniversariante do dia, a mexicana Kahlo. Sim, o Trepa 11 também dá updates sobre nossa amada Latino América de Lênin Moreno e Nicolás Maduro. E ouve o mais puro creme do choclo mexica, Brujeria e o psicodélico dos 70 Los Dug Dug’s. Read more →

Trepa Muleke – 10

Um Trepa nostálgico, saudades das guitarras elétricas, saudades do Perdidos na Noite, saudades da taxa Tobin, saudades de um projetinho nacional e tempos menos bizarros. É maluco tentando invadir o Planalto, é membro do Supremo indo jogar baralhinho na calada da noite com presidente indiciado por corrupção, é Alexandre Frota da Venezuela roubando helicóptero e ameaçando o Maduro. Um Trepa… Read more →

Trepa Muleke – 09

Plint, Plact, Zooom, Bóooim, Zzzzzt, Trepa Moleke diretamente do espaço, do futuro, das utopias igualitárias do Afrofuturismo direto para seus ouvidos. Das ondas sonoras de George Clinton à literatura feminista para um debate sobre as políticas de identidade, a esquerda e o anticapitalismo. Estaria Cristina Kichner e seu “desfuturados” — termo usado em seu belíssimo mais recente comício — sinalizando… Read more →